Artemísia Gentileschi – A primeira mulher a participar da Academia de Belas Artes de Florença

Artemisia Gentileschi nasceu no dia 8 de julho de 1543, na cidade de Roma e  teve uma vida bem diferente das mulheres da sua época. Filha do pintor Orazio Gentileschi, cresceu no ateliê do pai, se dedicando à pintura. Suas obras barrocas tinham a mulher como papel principal, representando geralmente temas bíblicos em que a mulher se destacava pela sua força, sofrimento e heroísmo. Pode-se dizer que essas características estão diretamente relacionadas com a trajetória de vida da artista italiana.

Artemísia tinha muito talento e dedicava horas a pintura.Reconhecendo o dom da filha, Orázio achou que ela deveria ter um tutor que pudesse aprimorar suas técnicas. Como já conhecia o trabalho de Agostino Tassi, achou que o pintor era ideal para a auxiliar a filha. Nesse contexto, aproveitando do seu papel como tutor e acobertado por seu auxiliar, Tassi estuprou Artemísia, que na época devia ter por volta de 18 anos.

Susana e os Anciãos – 1610

Como o crime era na época motivo de vergonha para a vítima, a artista se viu obrigada a conviver com o criminoso, que prometera se casar com ela para “ reparar o erro”. Mas,meses se passaram, ele não cumpriu o acordo e Orazio decidiu denunciá-lo. O processo foi extremamente burocrático e até violento;deveria  ser provado que a Artemísia era mesmo virgem para que o agressor pudesse ser condenado. A pintora passou por exames ginecológicos e até tortura para concluir que o crime ocorreu de verdade. Tassi foi então condenado à um ano de prisão, mas nunca chegou a cumprir a pena.

Nesse cenário, o senhor Gentileschi tratou de arrumar um casamento para a filha, temendo que ela ficasse “desamparada” já que não era mais virgem e a castidade da mulher era essencial para o matrimônio. Artemísia se casou então com o modesto pintor florentino Pierantonio Stiattesi, com que teve duas filhas. Durante a união, a família viveu na cidade de Florença.

Auto Retrato 1638 -1639

O trabalho da pintora ganhava um respeitável crescimento, suas obras se destacam cada vez mais na corte italiana. Seu papel foi tão significativo para a história da arte, que Artemísia foi a primeira mulher membro da Academia de Belas Artes de Florença. Mais tarde, ela se separou do marido e foi viver em Nápoles, a essa altura, sua fama já havia ultrapassado as fronteiras italianas e ganhava prestígio até na realeza britânica.

Com o predomínio do contraste de tonalidades claras e escuras e o uso da luz amarela,sua obra enquadra-se no estilo barroco, bebendo muito das influências de pintores como Caravaggio. As pinturas típicas do barroco italiano, possuem um tom dramático e emocionante, que podem ser notados nas obras da artista.

Judite decapitando Holofernes 1614 -1620

Ainda não se sabe exatamente quando Artemísia faleceu, mas algumas suspeitas recentes acreditam que ela morreu no ano de 1656, em decorrência de uma praga que assolou a cidade de Nápoles.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *