Calvície feminina: procedimentos para tratar

Alguns dizem que o cabelo é a moldura do rosto. Se sim ou não, é fato que ele é muito importante para a grande maioria das mulheres. Bom, essa é na verdade , mais uma questão social, em que atribuímos a beleza feminina ( em grande parte) ao cabelo.
Pois bem, mesmo que por uma questão sociocultural, as madeixas são de fato importantes para a auto estima da maioria das mulheres. É aqui que entra então uma grande preocupação quando o assunto é saúde dos cabelos: a calvície.

Calma! Sim, você não está errada, a maior parte dos casos de calvície é do público masculino ( eles também têm que sofrer com alguma coisa né?). Mas, infelizmente a queda crônica de cabelo também atinge as mulheres. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, cerca de 30% de todas as mulheres do mundo vão sofrer com algum tipo de problema com a calvície, sendo mais provável em mulheres com mais de 50 anos de idade.
Alguns fatores como estresse, tensão e questões emocionais também pode colaborar com o quadro de queda de cabelo E claro que aquelas tinturas, alisamentos e outros tipos de química também somam como fatores que contribuem para a queda capilar, viu? . Mas mesmo que atualmente o fluxo de tudo no nosso dia a dia esteja mais corrido e agitado, felizmente a tecnologia acompanhou esse processo e acelerou da mesma forma. É difícil sim lidar com a calvície mas como pra (quase ) tudo tem solução, o salão Tampopo Hair Cutting Team desenvolve tratamentos com especialistas, que ajudam a minimizar esse problema.
Um dos métodos é o detox capilar com argilas e óleos vegetais, que num primeiro momento vai limpar profundamente o couro cabeludo, retirando todas aquelas impurezas e resíduos químicos que ficam acumulados. Outro tratamento é a eletroterapia capilar, que vai servir para ativar a circulação periférica do couro cabeludo, além de possuir efeitos bactericida e vasodilatador. E como a calvície feminina pode ser um problema hereditário, há terapias específicas para esses casos, feitas com microagulhamento e led.
Como uma andorinha só não faz verão, o salão também oferece tratamentos “coadjuvantes”, que vão complementar e auxiliar esse processo. Outra coisa importante de ressaltar é que você não vai fazer exatamente o mesmo tratamento que sua amiga, por exemplo. Os profissionais fazem uma avaliação bem completa dos fios e do couro cabeludo para realizar uma combinação de tratamentos personalizada para cada cliente. “Fazemos os tratamentos com muita precisão e cautela. E vale ressaltar que é indispensável acompanhamento e prescrição médica para casos mais sérios” frisa Marlene de Souza, tricologista e terapeuta capilar do Tampopo.
Então, se estiver apresentando quedas constantes de cabelo, apresentando sinais de calvície, procure um médico. Pois além do fator genético, podem ser distúrbios hormonais, algum problema de saúde, falha nutricional ou até mesmo efeito colateral de medicamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *