Vestidos plus size x autoestima

De algum tempo para cá – mesmo que tardiamente –, muito se ouve falar sobre aceitação do próprio corpo e de ser como se é, principalmente se tratando das mulheres. No entanto, a sociedade não age da mesma maneira que passa suas intenções.

Ainda hoje, é bastante comum que haja um certo preconceito, ainda que velado, sobre os diferentes tipos de padrões e estéticas corporais. Isso acontece devido a cultura do corpo perfeito imposta, principalmente, pela indústria da moda e, infelizmente, essa é apenas uma das dificuldades que as consumidoras plus size enfrentam.

 

            Foto: Renato Callegari

Outras adversidades como, poucas lojas especializadas em medidas maiores e preços altos também são obstáculos para este público. A esteticista Danielli Martines, 37 anos, que veste manequim 46/48, diz que, “encontrar tamanhos e modelos jovens com valor justo que me deixem bonita são as maiores dificuldades que tenho, porque, na maioria das vezes, eu só acho peças largas e sem estilo.”

 

  Foto: Renato Callegari

A empresária Marina Guazzelli, proprietária da loja de vestidos de festa Paetê Closet conta que já ouviu diversos relatos em sua loja sobre os contratempos que as consumidoras plus respondem. “Isso acontece simplesmente porque a sociedade ainda não entendeu, de fato, que todas podem ser bonitas à sua maneira”, certifica Marina.

Lígia Rios, proprietária da unidade de Mauá da marca afirma ainda que, “o público plus que vem à loja se queixa muito dos modelos de festa que encontram quando têm algum evento”. Danielli completa dizendo que, “a maioria das peças são sem graça e sem estilo e isso prejudica muito a nossa autoestima.”

Pensando nisso, as empresárias buscam investir em modelos que atendam a todos os estilos e biotipos e, desta maneira, possibilitam a conscientização destas mulheres sobre o empoderamento feminino, “porque todas elas merecem sentir-se bem e confiantes, não apenas em uma grande festa, mas todos os dias”, afirma Marina. “Indiferente do seu peso, quando você se acha bonita com um vestido em uma festa ou em qualquer lugar, você se sente feliz”, finaliza Danielli.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *